Dependentes químicos conseguem na Justiça acesso ao auxílio-doença

Milhões de brasileiros sofrem com a dependência química no país, segundo a OMS. Todos os tipos de susbstâncias viciantes, como alcool, cocaína, maconha, crack, o único caminho para se livrar do vício é o tratamento. E quem toma essa decisão tem direito ao auxílio-doença fornecido pelo INSS.


No Rio Grande do Sul, uma iniciativa inédita do Tribunal Regional Federal da 4ª Região tem ajudado dependentes a resolver o impasse com rapidez.


Quando o auxílio-doença é negado pela Previdência Social, a saida é recorrer a um advogado ou a Defensoria Pública do Estado. Ja existem casos onde a União paga a internação do usuário em clinica particular.


Precisa de ajuda , procure-nos.


FONTE: TRF4


Posts Em Destaque
Posts Recentes