DIVÓRCIO NA PRATICA

March 26, 2020

 

Não é tão simples decidir-se pelo divórcio. Então suponho que se você chegou até aqui imagino que sua relação já não esta lá aquela beleza. 

 

Pode ser que você esteja apenas sondando para uma necessidade futura, ou talvez sua relação já acabou há anos e você apenas quer formalizar uma situação de fato. 

 

De qualquer forma, divorciar-se não é uma situação alegre para ninguém.. ou é???? talvez.. Para mim foi. hahaha 

 

Bom, vamos lá .. tentarei responder aqui as milhares de perguntas que me chegam via whatssap, telefone, email, fumaça, telepatia, etc....  

 

Doutora, vai doer ?????  

Resposta : Vai, no seu bolso, pelo menos.  hahaha

 

Se você e seu ex futuro cônjuge forem pessoas sensatas talvez doa menos, pois uma separação amigável sai bem mais em conta do que uma separação litigiosa e também tem muito menos brigas, o que pode ser econômico em um futuro próximo dado que você economizará tratamento psicológico para seus filhos, isso é , se vocês forem pais conscientes. 

 

Mas enfim, quais são os passos ???

 

Bom, para as mulheres o primeiro passo seria planejamento financeiro, porque hoje em dia não dá para se divorciar e achar que ta tudo certo ficar dependendo de pensão  de filho para  para se sustentar né, isso é UÓ.

 

Para os homens que tem filhos, seria conscientizar-se que o filho não é obrigação exclusiva da mãe, que pai também tem o seu papel na educação dos filhos, e na pensão também. Tem pai que paga R$ 300,00 reais de pensão e ainda tem a pachorra de achar que a mãe ta gastando toda a "fortuna" com ela e não dá nada para a criança .. e tem muitos.

 

Para ambos, o ideal é que cheguem em um consenso para decidir questões básicas de com quem residirão os filhos, qual valor de pensão, quando serão as visitas e como serão dividos os bens e as dívidas ( sim, as dívidas entram na separação).  

 

Tendo decidido todos esse itens, é hora de procurar um advogado para formalizar esse ato perante a justiça para que tenha valor legal.

 

Mas se o casal não chega em um consenso, há a opção do divorcio litigioso, que traduzindo em miudos significa GUERRA,  no qual uma parte entra contra a outra na justiça pedindo o divorcio, não raro alegando motivos espúrios e arrolando os bens para que sejam divididos.

 

Na separação litigiosa também se pode discutir sobre pensão , guarda, visitas, mas não é obrigatório, normalmente para não tumultuar o processo alguns advogados preferem discutir esses temas em um processo distinto. 

 

Enfim, tendo decidido pelo divórcio os documentos são os mesmos para os dois casos: 

documentos pessoais, certidão de casamento, certidão de nascimento dos filhos,  relação de bens e de dívidas. 

 

Com esses documentos o advogado já pode dar entrada no seu processo. 

 

 - Doutora, quanto tempo sai o meu divorcio? 

Olha depende muito da comarca em que se ajuizou a ação, se for um divorcio consensual é rápido pois apenas depende da homologação. Porém se for litigioso, já tive divorcios de 10 anos para maís.

 

Sendo assim colega, pense bem antes de tomar atitudes precipitadas, as vezes um mau acordo vale mais do que uma boa contenda. Logicamente que não para o advogado. 

 

 

 

Roberta Giacomelli Fernandes

Please reload

Posts Em Destaque

Acidentes de trabalho

July 26, 2017

1/2
Please reload

Posts Recentes

March 26, 2020

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

ADVOGADO RIO PRETO - ROBERTA GIACOMELLI 

Rua Bernardino de Campos 4140, Cj 71, Redentora,  São José do Rio Preto CEP 15015-300

draroberta@hotmail.com